NOTÍCIAS

Informações atualizadas todos os dias

Plantas daninhas: efeitos na formação da pastagem

EducaPoint

O Brasil possui 158,6 milhões de hectares de pastagens, sendo que boa parte dessa área tem algum grau de degradação. Vários fatores levam à degradação das pastagens e a infestação por plantas daninhas é um deles, tendo uma grande importância.

As plantas daninhas competem com pastagem ou outras culturas comerciais por espaço, luz, água e nutrientes. Como consequência, ocorre:

- Menor população de plantas forrageiras;

- Estiolamento das plantas (aumenta a relação talo:folha);

- Qualidade nutricional das forrageiras é prejudicada (teor maior de fibra não digerível);

- Menor capacidade de suporte animal, decorrente da menor produção de forragem;

- Degradação da pastagem, à medida que as plantas invasoras vão crescendo e ocupando mais espaço;

- Necessidade de altos níveis de investimento com reforma ou recuperação das pastagens.

Formação das pastagens

O gráfico abaixo mostra os resultados de um trabalho, com duas áreas distintas: uma em que a forragem compete com plantas daninhas e outra em que não há essa competição:

O gráfico mostra uma diferença de mais de 100% na produção de matéria seca com o uso de herbicida e controle das plantas daninhas. 

Os dados também mostram diferenças no perfilhamento, conforme pode-se ver no gráfico abaixo:

 

Como se vê, houve cerca de 50% mais perfilhos na área livre de competição com plantas daninhas.

=> Aprenda muito mais no curso Controle de plantas daninhas em pastagens. O curso pode ser adquirido individualmente ou você pode optar por assinar a plataforma EducaPoint, tendo acesso a todos os cursos disponíveis (mais de 190!) por um preço único. Clique aqui e veja como assinar.

Na foto abaixo, vê-se um exemplo de uma pastagem em formação, onde foi feito o tratamento com herbicida. Nota-se que, 15 dias depois do tratamento, a área já estava bastante desenvolvida em função da liberação da competição que ocorreu na área:

Quando se faz o controle das plantas daninhas na formação de pastagem, ocorre:

- Um estabelecimento mais rápido;

- Melhor qualidade da forragem no que se refere à relação talo:folha;

- Pode-se ter um início de pastejo antecipado, quando o controle das plantas daninhas é feito o mais cedo possível;

- Pode-se fazer o pastejo inicial e, a partir daí, fazer o manejo adequado após o estabelecimento das gramíneas forrageiras.